5 de setembro de 2011

Encontro do FIC – Campinas

Variadas
Por Diéfani Favareto Piovezan

Pessoal, dia 03, sábado, foi o encontro do FIC em Campinas. Foi um prazer enorme conhecer pessoalmente o Roner, Marcelo, Cris Onuki, a Beatriz e claro rever a Lak (era a única que eu já havia conhecido pessoalmente) e ficar babando no Davi com seus dois N5 indo pra lá e pra cá. Foi muito gostoso. Meus primos e minha amiga que foram comigo também gostaram muito, minha prima por ser fono, ficou encantada conforme ia ouvindo as histórias do pessoal que estava conversando ali perto de nós. E ela, claro, como todo mundo, ficou encantada com o Davi e com a Amy (que é uma menina muito linda e educada).

Infelizmente não deu tempo de falar com todo mundo, especialmente depois que fui comer, a praça de alimentação estava lotada, e demorei mais de uma hora, mas foi ótimo de qualquer maneira. Espero rever todo mundo em breve, e conhecer mais implantados em breve também, afinal em Novembro disseram que terá o encontro em São Paulo, e eu VOU.

Quem quiser, clica aqui pra ver as fotos do encontro tiradas pelo Roner e pela Cris.

Abaixo algumas fotos

Eu com meus Primos que levei junto

Ganhei uma sacola da Cochlear no sorteio

Eu e o Marcelo amigo querido.

O pequeno Davi e os N5 pendurados ali rs.

Beijos a todos 🙂

2 de setembro de 2011

Acessibilidade para Surdos em Agências Bancárias e Lojas? SUMIU

Acessibilidade
Por Diéfani Favareto Piovezan

Não é de hoje que nós, surdos oralizados brasileiros, reclamamos da falta de acessibilidade e informação no nosso país. Na terça – feira (30/08), surgiu no Blog Crônicas da Surdez a reclamação da Paula, sobre isso.

A Paula estava reclamando sobre o fato dos bancos não possuírem serviçoes acessíveis a surdos para a realização de coisas simples como bloquear um cartão de crédito roubado. Quem quiser ler na integra é só clicar aqui.

Ela teve um problema no banco, e mesmo se dando ao trabalho de ir até a agência bancária, disseram à ela que aquilo poderia ser resolvido somente por telefone, então sugeriram a ela que utilizasse a linha especial, com aqueles trambolhões chamados TDD (Telecommunication Device for the Deaf). Para quem não sabe, é um telefone, aonde você escreve mensagens e envia à alguém com o mesmo aparelho que vai digitar uma mensagem e responder. Digamos que é quase um serviço de Torpedo SMS mal feito e arcaico, aonde os aparelhos custam de 210 a 600 reais.

Enfim, como disse a Paula, 0800 por si só já é uma coisa ridícula, porque nem ouvinte tem paciência praquilo, 0800 “especial” então é o fim da picada. Agora me digam, quem tem um TDD em casa? Eu obviamente não tenho um, nem saberia usar, e seria algo praticamente INUTIL dado o fato de que eu usaria pouco. Fora que há também o fato de que certas coisas o pessoal do atendimento TDD diz que tem que ser resolvido por telefone ou diretamente com o gerente do banco/loja/supermercado. Continue Lendo

31 de agosto de 2011

FIC – Encontro em Campinas e 10 Anos do Grupo

Variadas
Por Diéfani Favareto Piovezan

Há 10 anos o FIC  (Forum do Implante Coclear) foi criado, e é o fórum mais importante sobre IC no Brasil. Gostaria de parabenizar a todos ao criador, moderadores e claro participantes por essa marca de 10 anos. Espero que o FIC continue crescendo e espalhando cada vez mais informação tanto para quem já implantou, como para os futuros implantados e familiares.

E agora eu gostaria de lembrar mais uma vez, que dia 03/09/2011 haverá o encontro do FIC em Campinas, o encontro começará as 15 horas e será na área pergolada do Shopping Dom Pedro. O FIC conta com a presença de todos.

Beijos a todos 🙂

Esse é um exemplo de Estenotipo
24 de agosto de 2011

Tradução de Comunicação Acessivel em Tempo Real

Acessibilidade
Por Diéfani Favareto Piovezan

Tradução de Comunicação Acessivel em Tempo Real  é mais ou menos a tradução do Inglês para o sistema de CART (Communication Access Realtime Translation) ou o famoso closed caption para surdos, mas a diferença do CART é que esse ai não é aquele da TV (que é basicamente a  mesma coisa), esse é aquele que eu previamente disse que usei na faculdade dos Estados Unidos.

Com esse sistema, tudo o que é dito é “captado” e transcrito em tempo real para os surdos e deficientes auditivos. Eu comparo ao Closed Caption, porque a única diferença é que não está sendo televisionado. Pode ser usado em salas de aula, casamentos, igrejas, conferencias, reuniões e mais uma série de eventos e lugares.  A transcrição pode aparecer em uma pequena tela de computador para que apenas uma pessoa surda ou deficiente auditiva possa acompanhar, ou em um telão para que todos possam ler. Continue Lendo

1 17 18 19 20 21