14
Publicado por Diéfani Favareto Piovezan | 2 comentários

PessoaCom Deficiência Auditiva/Surdo: Se quiser interagir com um surdo ou pessoa com deficiência auditiva, chame a atenção dele, sinalizando com a mão ou tocando no seu braço. Enquanto estiverem conversando, fique de frente para a pessoa e cuide para que ela possa ler seus lábios. Se você olhar para outro lado, ela pode pensar que a conversa terminou. Não grite, sua expressão parecerá agressiva. A pessoa com deficiência auditiva/surda não pode ouvir as mudanças de tom da sua voz, que indicam, por exemplo; seriedade e indignação. É preciso que você mostre isso para ele pela sua expressão facial, pelos seus gestos. Se ele estiver acompanhado por um intérprete de língua dos sinais, fale olhando para ele, não para o intérprete.

Pessoas Com Deficiência Física: Seja natural, não tenha receio de usar palavras como “caminhar” ou “correr”. As pessoas com deficiência física também as usam. Quando você estiver conversando com uma pessoa que usa cadeira de rodas, procure se sentar de modo a ficar no mesmo nível do olhar dela. Para uma pessoa sentada, não é confortável ficar olhando pra cima durante um período muito longo de tempo. Quando você e uma pessoa com deficiência física combinarem de sair juntas, preste atenção para eventuais barreiras arquitetônicas no lugar aonde escolheram ir, seja um restaurante, uma casa, um teatro ou qualquer outro lugar. Se você estiver caminhando com uma pessoa que usa muletas, acompanhe o ritmo de sua marcha. É importante adicionar que não se deve sair empurrando a cadeira de rodas de alguém. Eles se sentem invadidos e muitas vezes com medo da pessoa deixa-los cair, se o cadeirante precisar de ajuda, ele irá pedir.

Pessoas Com Deficiência Visual: Nunca exclua uma pessoa com deficiência visual de participar plenamente de algo. Deixe que ela decida o que pode ou não fazer. Para orientar uma pessoa com deficiência visual a atravessar ruas, localizar endereços, subir e descer escadas ou se deslocar em qualquer ambiente, use sempre noções de “direita e esquerda”, “acima e abaixo”, “para frente e atrás”. Quando for sair de perto, avise a pessoa. É muito desagradável para qualquer um ficar falando sozinho. Não evite palavras como “cego”, “olhar” ou “ver”, a pessoa com deficiência visual também as usa. Para indicar uma cadeira, coloque a mão da pessoa com deficiência visual no encosto da cadeira e informe se ela tem braços ou não. Pessoas com deficiência visuail também se sentem invadidos se alguém chega lhes ajudando sem avisar, pergunte sempre ” quer ajuda?” Se ele realmente precisar vai lhe pedir, do contrário é melhor deixa-lo fazer sozinho.

Pessoas Com Deficiência Intelectual: Geralmente a pessoa com deficiência intelectual é bem disposta, carinhosa e gosta de se comunicar. Seja natural, enquanto for criança trate-a como criança. Quando for adolescente ou adulto, trate-a como tal. Cumprimente a pessoa com deficiência intelectual de maneira respeitosa, não se esquecendo de fazer o mesmo ao se despedir. Dê-lhe atenção. Qualquer pessoa gosta de ouvir frases como: “que bom que você veio”, “gostamos quando você vem nos visitar”. Evite a super proteção, ajude-a somente quando for realmente necessário.

 

Espero que tenham curtido o post, foi retirado do meu blog antigo, mas como muitos nunca nem entraram nele, estou repassando pra esse.

Beijos a todos 🙂

Procura ai
Que dia é hoje?
October 2017
M T W T F S S
« Jul    
 1
2345678
9101112131415
16171819202122
23242526272829
3031  
Contador de Visitas

Licença Creative Commons
O trabalho Igualmente Diferentes de Diéfani Favareto Piovezan foi licenciado com uma Licença Creative Commons - Atribuição - NãoComercial - SemDerivados 3.0 Brasil.
Todos os direitos reservados - Design e Programação Igualmente Diferentes