18
Publicado por Diéfani Favareto Piovezan | 0 comentários

Pessoas, eu sumi, mas é que por aqui anda tudo muito corrido e eu até tenho assunto, mas falta um pouco de tempo. Depois de passar alguns dias nos EUA, voltei com aquela sensação de sempre: “ONDE DIABOS ESTÁ A ACESSIBILIDADE PARA SURDOS NO BRASIL?”

Deve estar escondida em algum buraco, alguma gaveta de parlamentar, porque não é possível. Quando comparado com os EUA, o Brasil parece um “bichinho estranho e gosmento” nesse quesito. A acessibilidade está lá pra todos. Os museus possuem cadeiras de rodas, elevadores, rampas. Só fica em casa quem quer.

O fantástico mesmo pra mim é a acessibilidade para surdos e olha que eu nem uso nada quando vou lá. Dessa vez só fiz uso das cadeiras nos museus, mas onde eu procurei, tinha acessibilidade para surdos. No cinema, todos os filmes e horários possuíam closed caption, bastava pedir ao atendente. Show da Broadway? Eu queria ver O Rei Leão (acabei não indo) e fui checar se tinha algo pra mim, porque eu tinha medo de perder alguma parte ou fala interessante já que estaria sentada mais pro fundo porque é mais barato. Bom, tinha closed caption. ONDE tem closed caption em um musical no Brasil? Se souberem me digam, porque eu preciso ver pra crer. TV? No Brasil estão dublando tudo enquanto nos EUA é obrigatório.

Nos museus eles tem  cinema 4D, algumas exibições especiais com video ou palestras e tudo tem closed caption, basta fazer a solicitação. Os trens e metrôs tem um sinal luminoso que diz “This station X”, “Next station Y”. Os aeroportos tem telão pra todo lado informando portões, mudanças de portões, atrasos e coisas do tipo.

Sério, é tão dificil dar acessibilidade para quem precisa? Gente, não custa caro. Se falarem que sai caro é mentira. Eu falo com conhecimento de causa, que colocar closed caption e legendas em filmes e afins, sai infinitamente mais barato do que pagar dubladores e demora 1/4 do tempo ou menos. Isso é descaso e preguiça dos governantes.

Enfim “respira fundo”, eu espero viver pra ver o Brasil acessível, mas gente, às vezes parece que a semente plantada não vai brotar nunca. Enquanto isso, continuo levantando a bandeira e mostrando o que tem lá fora, pra ver se ajuda. Segue pra vocês imagens de como são os aparelhos de closed caption em cinemas e teatros.

 

 

0408-v-movies captiview-in-seat

Entertainment_Glasses oculoscc

 

Beijos a todos

🙂

 

 

13
Publicado por Diéfani Favareto Piovezan | 4 comentários

Gente todo mundo sabe que eu implantei há um ano (Completou um ano sexta- feira passada) e que as emoções não param nunca. Desde que fiquei surda eu assistia filmes nacionais em DVD por causa da legenda, ou até arrisquei ir ver Nosso Lar no ano psssado, mas só fui porque eu já conhecia a história após ler o livro.
Bom, hoje minha tia deu a ideia de irmos ver filme nacional, o filme se chama “O Homem do Futuro”, é o novo do Wagner Moura. Ela pergunto se tinha algum problema pela falta de legendas e eu disse que não, que de qualquer maneira entendo pelo que vejo.

Cartaz do Filme

Gente, eu juro que não tenho palavras pra explicar a minha emoção e minha surpresa ao assistir um filme Nacional, sem legenda absolutamente nenhuma e conseguir ouvir TUDO. Foi maravilhoso, foi tão mágico pra mim que cheguei a dar uma choramingadinha sem que notassem (depois quando minha tia ler o blog ela vai saber kkkk). Foi uma felicidade tão grande, mas tão grande que ainda estou sob o efeito do momento.
Assim como disse antes hoje me sinto livre e o melhor de tudo, realizada e feliz. OBRIGADA TECNOLOGIA.

Beijos a todos 🙂

Tags: , , ,

Categorias: Variadas
Procura ai
Que dia é hoje?
December 2017
M T W T F S S
« Jul    
 123
45678910
11121314151617
18192021222324
25262728293031
Contador de Visitas

Licença Creative Commons
O trabalho Igualmente Diferentes de Diéfani Favareto Piovezan foi licenciado com uma Licença Creative Commons - Atribuição - NãoComercial - SemDerivados 3.0 Brasil.
Todos os direitos reservados - Design e Programação Igualmente Diferentes