20 de outubro de 2015

Teste da Orelhinha

Acessibilidade Como agir Deficiência Auditiva Educação Implante Coclear Informações LIBRAS Língua Portuguesa Oralização Pessoas com Deficiencia Terapia de Fala Variadas
Por Diéfani Favareto Piovezan

Pessoal, eu ando meio sumida por diversos motivos mas vim aqui falar de um assunto importante para as mamães, especialmente as de primeira viagem. Quando o bebê nasce, são realizados vários exames mas algumas vezes e por um motivo ou outro, os profissionais deixam de realiza-los (embora seja obrigatorio por lei)

testeorelhinha

É importante que ao nascer, seja realizado o teste a orelhinha no bebê. A audição é um dos primeiros sentidos a serem desenvolvidos pelo ainda no utero, mesmo antes de nascer, o bebê consegue ouvir o mundo ao seu redor e é a partir dai que começa o desenvolvimento da linguagem.

O teste da orelhinha (Triagem auditiva neonatal – exame de emissões otoacusticas evocadas) é bem simples, rápido e não faz mal algum. É colocado um fone na orelha do bebê, esse fone está acoplado a um computador e emite sons de intensidade fraca e recolhe as respostas que a orelha interna do bebê produz.

O exame logo ao nascer é imprenscindivel para todos os bebês mas em especial para aqueles que nascem com deficiência auditiva. É comprovado por estudos, que se o bebê tiver intervenção fonoaudiologica até os 6 meses de vida, ele desenvolverá linguagem muito próxima a de uma criança ouvinye.

A maioria das crianças tem o diagnóstico muito tardio, quando já estão com 3 ou 4 anos de idade e já causou certo prejuizo cognitivo, social e de linguagem. Por isso a importância de saber desde o nascimento, se a criança possui alguma deficiência auditiva.

O exame é rápido, feito enquanto o bebê está dormindo (sono normal, não induzido). A deficiência auditiva é a mais comumente encontrada durante o neonatal quando comparada com outras patologias.

É um teste muito importante para que seu bebê tenha desde o nascimento uma melhor qualidade de vida. Se for optado pel oralização, próteses auditivas ou LIBRAS, não interessa, o importante é saber para que o bebê de alguma forma desenvolva a linguagem e tenha bom desenvolvimento cognitivo e social.

Screen Shot 2015-10-20 at 9.05.49 PM

Beijos a todos